[Resenha] Garotas de Vidro - Laurie Halse Anderson

quarta-feira, setembro 27, 2017






Titulo: Garotas de Vidro
Autor: Laurie Halse Anderson
Editora: Novo Conceito
Paginas: 272
Classificação: 4/5

Trigger Warning: O livro pode ser um um possível gatilho para pessoas com histórico de problemas alimentares.






Garotas de Vidro é narrado pela Lia uma estudante do ensino médio que tem  anorexia e conta todas as calorias que consome a cada refeição, se castiga quando passa do "limite" de calorias e se sente suja por conta do corpo. O Livro começa quando ela descobre que sua ex melhor amiga Cassie,  morreu sozinha em um hotel e deixou 33 ligações perdidas em seu celular.

Eu não deveria. Não posso. Sou uma gorda gigante e tenho nojo de mim mesma. Eu já ocupo espaço demais. Sou uma hipócrita feia e malvada. Sou um problema. Sou um lixo. Quero dormir e não acordar, mas não quero morrer. Quero comer como uma pessoa normal, mas preciso ver meus ossos ou vou me odiar ainda mais e poderia arrancar meu coração e tomar todos os comprimidos já fabricados na história.

Todos ficam preocupados com a forma que isso vai influenciar a vida da Lia, que ela poderá ter recaídas ou acabar da mesma da Cassie. A Lia tem os pais separados e mora na casa do pai junto com a madrasta e a filha da madrasta. A mãe é médica e sufocante e esse foi um dos motivos dela preferir ir morar com o pai que é mais ausente porque é muito ocupado com o seu próprio mundo de escritor e professor.

A amizade da Lia e da Cassie começou quando elas tinham 9 anos e se tornaram vizinhas, ambas tinham problemas familiares e o desejo de ser a mais magra da escola. Com o decorrer da história vamos conhecendo mais sobre o passado, sobre a amizade complicada dela com a Cassie e como elas se tornaram as garotas geladas. E no presente a Lia é assombrada pela culpa e pelo fantasma da Cassie que não perde a chance da fazer comentários maldosos.

 Você não está morta, mas também não está viva. Você é uma garota gelada, Lia-Lia, presa entre dois mundos. Você é um fantasma com um coração que bate. Logo você cruzar a fronteira e ficar comigo. Estou tão empolgada. Tenho tanta saudade.

A narração faz você sentir tudo que ela está passando, como ela enxerga o mundo, como ela vê as outras pessoas e se vê. Você se sente agoniado e angustiado mas acaba entendendo como é difícil pra ela sair dessa situação. É como se ela fosse caminhando para morte e nós acompanhássemos cada passo.

Achei Garotas de Vidro um livro muito bom mas difícil e angustiante de se ler. Não pela forma como é escrito, que por sinal eu adorei a escrita, mas sim pelos temas abordados: anorexia, bulimia, auto-mutilação, suicídio, morte, solidão e alucinações. Ele acaba lembrando muito ao filme da netflix "In to the bone" em vários aspectos então se você gostou do filme provavelmente também vai gostar do livro.



Leia também:

0 comentários

Lendo:

Facebook

Seguidores